Bota Alpina da Bull Terrier

Publicado em 25/10/2011 na categoria opinião

Marcado como: ,,

|

A bota Alpina da Bull Terrier é especialmente indicada para quem está iniciando no montanhismo, por se tratar de um produto que pode ser adquirido por um valor acessível e pelo fato de possuir as características mínimas de um calçado de montanha.

Este texto é a continuação do Testando a Alpina da Bull Terrier, cuja proposta foi testar o desempenho da bota num ambiente de florestas e montanhas.

É evidente que para fazer a avaliação do equipamento, precisei de parâmetros. E neste caso, o comparativo foi todo o passado de botas e afins que já possuí nestes anos praticando montanhismo. Outro ponto a considerar, é o nível de exigência que será imposto ao material, que com certeza será variável em função da experiência e/ou objetivos do montanhista.

Isto posto, vamos aos comentários.

O calçado é confortável e bonito, além de ser mesmo resistente à água. Particularmente me incomodou a maneira flexível como o corpo da bota se comporta quando exposta a torções, durante a subida de uma rampa, por exemplo. Eu prefiro, sem dúvida alguma, as botas mais rígidas. O solado se mostrou digno de confiança em terreno seco, mas não foi muito bem no molhado – algo que não é exclusividade da Alpina, pois já vi muito solado de grife tendo o mesmo comportamento.

A questão da transpiração está resolvida, já que não houve acúmulo de suor nos pés, o que com certeza me traria algumas bolhas. Não vi a ação antibactericida funcionar, porque meu chulé é imune a qualquer estratégia tecnológica produzida pelo homem.

Fica claro que o público da Alpina é muito bem definido: o montanhista que está iniciando na atividade, que precisa de uma bota moderna e bem acabada a um preço acessível; ou aquele que pratica suas atividades em um ambiente minimamente controlado, sem necessidade de possuir um equipamento muito versátil, e que privilegia o conforto e a leveza. Você fará bom uso da Alpina subindo o Pico Paraná ou da Bandeira, fazendo a travessia da Serra dos Órgãos, escalando no Anhangava. Mas não subindo o Huayna Potosi sob neve. Além disso, o uso dado ao calçado não é restrito ao ambiente de montanha. Qualquer praticamente de atividades ao livre faz bom proveito da Alpina. Depois de lavada e limpa, dá até pra ir trabalhar com ela, coisa que eu já fiz algumas vezes, especialmente em dias de chuva.

Fique Informado

Escolha a maneira como você gostaria de ser avisado dos próximos posts

Bookmark & Share

Compartilhe com os seus camaradas

2 Comments

  • Boa tarde, sou policial civil e pretendo adquirir um calçado para usar em operações, geralmente temos que correr atras de “infratores da lei” em terrenos acidentados, vc me indicaria o uso desse calçado? Tem uma boa aderência “morro abaixo” na terra?
    Abraço

Comente