Lei da Parcimônia Montanhística

A Lei da Parcimônia Montanhística é parte integrante da Teoria Geral do Montanhismo, conforme meus estudos e pesquisas tem demonstrado, e serve para explicar o porquê de homens e mulheres arriscarem suas vidas escalando montanhas. A lei é derivada do princípio chamado Navalha de Occam, que recomenda o uso da explicação mais simples dentre as várias possíveis para qualquer fenômeno ou situação. A frase atribuída ao montanhista britânico George Mallory, quando perguntado por qual motivo iria escalar o Everest, resume o que quero dizer: simplesmente porque ele está lá. É possível discorrer mais sobre o assunto, mas para a finalidade deste post, basta o resumo.

Enfim, sábado fui escalar no Anhangava com os camaradas. O dia estava perfeito, cheio de sol, vento, céu azul, aquela natureza toda. Chegamos pela manhã, voltamos no cair da noite. Tomamos meia dúzia de cervejas no bar e tocamos pra casa. As mãos ficaram doídas, as pernas raladas, a cabeça doendo.

Estar nas montanhas é o que eu mais gosto de fazer nesta vida. Se for com a minha piazada amiga, melhor ainda. Poderia estar em casa, trabalhando ou estudando, quem sabe na igreja. Mas não. Quero estar na montanha, porque é este o chamada de minha existência. A explicação mais simples que eu tenho pra dar, caso alguém queira saber.

O fato é que a montanha está aí pra ser escalada. O ano está acabando, e caras preocupados como eu, adoram inventar teorias para explicar as coisas da vida. Mas alguém há de concordar comigo que, para situações como esta, a Lei da Parcimônia Montanhística pode ser perfeitamente aplicada. Não acha?

Fique Informado

Escolha a maneira como você gostaria de ser avisado dos próximos posts

Bookmark & Share

Compartilhe com os seus camaradas

6 Comments

  • Antonio José

    Já há alguns anos eu adaptei a frase do Mallory à conjunção dos homens com as mulheres: ‘Porque elas estão lá.’
    Nada como a simplicidade, para definir uma intenção.

  • Simples e completo. Perfeita explicação!
    Muitos cumes para você em 2012!
    Beijos

  • “por que elas estão lá” e também porque “elas estão dentro de nós”, pois cada montanhista carrega a energia e o chamado das montanhas dentro de si… eu diria que é uma atração mútua…

    intepz, bom natal e ano novo para todo povo das montanhas.

    JOPZ

  • Alisson Cotrim Wosniak

    Piazito,
    “As montanhas são como catedrais, onde nelas praticamos nossa religião” Esta frase Anatoli Boukreev usou quando lhe perguntado por que ir para as montanhas…
    Sucesso lorinha e um grande abraço aos que durante este ano passaram por aqui para parar e pensar por alguns momentos!!!

  • Meus amigos, grande abraço pra vocês! :-)

Leave a Reply to Leila