Montanhismo injusto

Eu passo o ano trabalhando, estudando e planejando. Cada pequeno equipamento me custa coisa de três dígitos. São pilhas de cartas topográficas, de fotos e relatos que consomem muito tempo de análise. Para emendar um feriado então? É bem complicado. Se eu fosse isento do imposto de renda, tudo bem, era mais fácil. Mas não. Consigo o tal dia, viva, são 5 dias de montanha. E aí chega o feriado. Evidentemente que chove. E muito. Todo o planejamento por água abaixo. Felizmente tenho meus camaradas. Quinta vou na casa dos piás, churrasco animado, muro de escalada novinho em folha, só esperando pelas traquinagens. Num lance mais melindroso, me esforço além da conta e estouro o ombro direito. Azar de novo. Sábado o sol das as caras, então bora escalar. Acontece que o ombro continua doendo, não consigo me concentrar, as vias mais fáceis são feitas com dores sinistras. Pra piorar, a parede nem estava tão seca assim. Voltamos pra casa com os equipamentos molhados.

Então dois meninos sem preparo, com uma mochila cheia de latas de sardinha, sem um planejamento apurado, tentam fazer uma travessia no Ibitiraquire, se perdem, ligam pra mãe, pros bombeiros, são resgatados, e no final, ganham dez minutos de glória ao vivo na TV. São chamados de montanhistas.

Pô, e eu aqui?

Fique Informado

Escolha a maneira como você gostaria de ser avisado dos próximos posts

Bookmark & Share

Compartilhe com os seus camaradas

11 Comments

  • LOL!

    Faltou o link pra reportagem dos “montanhistas famosos”. :-)

  • Márcio Grochocki - Macarrão!

    Dicas da semana:

    Todo vivente, ou falecente, numa montanha é montanhista.

    Muro de escalada em casa só serve pra se arrebentar, experiências próprias somadas a mais algumas de amigos. A melhor coisa que fiz foi tirar o muro de casa e construir uma churrasqueira no lugar! Hehehehe!

    Grande abraço e melhoras!

    • Hehehe… vou repassar sua dica pro meu camarada. Valeu aí pelo toque. Por sinal, como é que tá tua menininha?

      • Márcio Grochocki - Macarrão!

        Ah, outra coisa! Vendi as agarras, parafusos, porcas e demais
        tranqueiras do muro, e comprei um martelete a bateria! Hehe!
        Útil no dia a dia!

        Dona Valentina já completou três meses! Linda e de temperamento
        forte. Já estou providenciando o equipo para a menina frequentar
        as montanhas.

        E o João, semelhante ao mar?!

        Abraço!

  • PUTZ, fiquei com a mesma sensação…

    E posso até compartilhar uma sina parecida… eu já resgatei cachorros perdidos na montanha, já ajudei a combater incendio, a reabrir trilha, colocar fitas, trocar caderno de cume, levar um monte de gente pela primeira vez para a montanha (inclusive crianças, jovens e adultos), mas só fiquei “famoso” duas semanas atras quando subi o PP e esqueci os farois do carro ligados lá no DILSON e todo mundo que chegava no cume vinha me procurar e perguntar? vc que é o dono do carro tal? sabia que esqueceu os farois ligados? entaõ tá, pra ficar famoso o caminho é fazer alguma cagada, seja grande ou pequena, então por enquanto prefiro o anonimato.

    ;-)

    Melhoras para o seu ombro… sugiro a receita da minha avó… COMPRESSA DE ÁGUA QUENTE BATIZADO COM ALCOOL COM MENTRUZ!

    JOpz

    • Haha… o cara dos faróis acessos! Só assim mesmo… eta mundo injusto!! :-D Valeu a dica, vou jogar um calor aqui no ombro, pra ver se a coisa melhora. Valeu aí. Abraços!!

  • então, no próximo sete de setembro, venha pro parque nacional da serra dos órgão porque é TÃO, TÃO SECO nesta época… sério, fui fazer uma caminhadinha ontem pra voltar à ativa (1 ano parada) e fiquei morrendo de medo de incêndio.

Comente