Outras montanhas de Petrópolis

Querido diário, eu queria te contar que voltei a perambular por Petrópolis e região, desta vez com o Natan e o Guto, a fim de continuar com aquele nosso plano maquiavélico de dominar todas as montanhas do Brasil. Ah, que vontade de soltar aquela minha risada sinistra… Além de pequenas montanhas que serviram mais pra aclimatação e curtição de visual, como o Meu Castelo e a Pedra do Cortiço, fizemos belíssimas escaladas no Escalavrado e no Mãe DÁgua.

Apesar das novas montanhas e dos novos cumes, meu desempenho físico ficou muito abaixo do costumeiro, fique você sabendo. A canseira por dirigir por quase 900 km, durante 14 horas, somente na ida, cobrou o seu valor, somando a isso a alimentação precária e o calor elevado para os padrões de um curitibano. Não sou mais criança, não é? Tem horas que o corpo não suporta. Falando em corpo, essa minha cara de gringo fez com que uma moça me respondesse em espanhol, depois que a interpelei atrás de informações. Si, si, yo hablo español, muchacha de ojos tristes. Cômico foi ela descobrir que eu era brasileiro. Mas de todas as montanhas que fizemos, contando com o visual e o clima camarada, apesar de quente, o Escalavrado foi o mais legal.

Outro que sentiu a pegada foi o meu corsinha, que mesmo durão e valente, também não é mais um piá novinho. Esse aí começou a amarelar no retorno pra Curitiba. Precisou de guincho num trecho próximo a Resende e teve que voltar praticamente chapado pra casa. Sorte que agüentou chegar, pelo menos. De resto, levamos uma geral da polícia na passagem pelo Rio de Janeiro, partindo da idéia absolutamente correta que montanhista às vezes tem cara muito suspeita, e eu machuquei meu polegar direito fechando o porta-malas do carro. E excetuando Curitiba e Morretes, Petrópolis é uma cidade onde eu moraria, porque você pode atravessar a rua com o equipamento nas costas e na quadra seguinte sair guiando uma via de 300m. Abraços, diário, depois que a frente fria passar eu te conto outras novidades.

Fique Informado

Escolha a maneira como você gostaria de ser avisado dos próximos posts

Bookmark & Share

Compartilhe com os seus camaradas

4 Comments

  • Quem massa mano, enquanto nós estavamos nos quebrando no Salto Feitiço vc estava numa boa nas lindas montanhas do Rio hehehe
    abraço mano.
    Vai no jantar da montanha?

  • Oi, a gente se conhece? É que eu vi esse blog nos links do site da TS-85 e eu conheci umas pessoas do grupo no ano passado, mas não me lembro de todo mundo… não sei se vc faz parte daquela galera. Enfim…

    Eu sou de Petrópolis :) e comecei a curtir as subidas há pouco tempo, então ainda tem muuuita coisa pra fazer. Esse domingo eu queria ir ao pico do Alicate, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, mas o pessoal do clube de montanhismo de Petrópolis vai ao Cobiçado (que eu já fui) e eu vou junto para conhecê-los.

    Também sou louca pra ir ao Mãe D’Água e Alcobaça. Sou apaixonada por aquelas montanhas por nada menos do que morar de cara pra elas. E ainda esse ano quero ir ao Açu e ano que vem, talvez, fazer a travessia.

    Legal vc ter vindo por aqui. No meu blog tem um link pro Guia de Trilhas de Petrópolis, depois dá uma olhada.

    Abraços.

  • Oi Maria… te respondi por e-mail. Saudações.

  • chatoooooooooooooooooooo

Comente