Sem sol na montanha blues

A madrugada foi gelada, o céu escuro cheio de estrelas. Amanheceu naquele nevoeiro, e o dia prometia ter sol brilhando nas montanhas da serra do mar paranaense. Mas na entrada da mata a coisa já era como que feita de líquido. O ar estava encoberto e gelado, com aquela chuvinha de molhar pessoas bobas, e a cada passada a floresta encharcava da roupa aos ossos. Deu pra fazer uns cumes, mas só na base do chá quente de maçã com canela. O retorno foi ligeiro, haja vista ser realmente desagradável ficar exposto ao tempo daquela forma. Mas valeu pelo treino. Então, em homenagem a ausência do sol, seguem algumas imagens meramente ilustrativas, totalmente aleatórias, repletas de luz e colorido, referência ao único convidado que não se fez presente no dia de hoje. Vamos torcer que amanhã a situação seja outra…

Fique Informado

Escolha a maneira como você gostaria de ser avisado dos próximos posts

Bookmark & Share

Compartilhe com os seus camaradas

2 Comments

Comente