Tarde no Camapuã

Domingão preguiçoso, fui com o Cotrim e o Carlos dar uma pernada simples, ali no Camapuã, com o objetivo de suar e também testar nossas habilidades fotográficas. Na saída, enquanto tomava uma coca, troquei uma idéia com o Jurandir. Fora isso, havia muita butuca na região, se é o que querem saber.

Fique Informado

Escolha a maneira como você gostaria de ser avisado dos próximos posts

Bookmark & Share

Compartilhe com os seus camaradas

4 Comments

  • Falando a verdade aquilo não eram butucas comuns eram butucas mutantes…e outra coisa que estranhei foi o grande número de Arapongas principalmente no trecho entre a Árvore Gigante e a Cachoeira do Professor, aí que tá o bom do montanhismo ver e ouvir essas coisas,mas butucas é melhor esquecer.Abraço e se vemos por aí.

    • Vamos torcer por mais Arapongas e menos butucas pelo caminho. Abraços!

      • Verdade RsRsRs… Soube da onça que matou 4 cabras do Dilson? a uns dois meses atrás se não me engano…a fera esta solta no Ibitiraquire, mas soube que tem fazendeiro querendo caçar o bicho,lamentável espero que mude de idéia pois um animal desses livre, tem valor inestimável nos dias de hoje.

        • Ouvi sim, da última vez em que estive lá. Mas como você, acredito que o bicho tá com os dias contados… infelizmente. Pra algumas pessoas, o business vem antes, e meu filho talvez não veja nem Arapongas quando estiver vivendo pelas matas :-(

Comente