Testando a Alpina da Bull Terrier

Mochila, corda, lanterna e barraca. E para os pés? Um par de botas descente, que dê segurança na passada, proteja do frio e da umidade, e resista a abrasão, entre outras características.

Recebi semana passada um calçado da Bull Terrier pra testar. É a bota modelo Alpina, lançamento da empresa para o segmento aventura. Embora eu torça o nariz para o termo aventura, cujo significado hoje em dia caminha muito abrangente e vago, é compreensível que o fabricante adote esta palavra para atingir um público não necessariamente do ramo.

A primeira impressão é que o produto é bonito e bem acabado. Se é bom, se vai atender às expectativas e não me deixar na mão (ou no pé), só poderei ter certeza após alguns testes. Segundo a Camila, menina com quem mantive contato e que me enviou o par, a Alpina é feita em couro e com um mecanismo que impede a entrada de água, ao mesmo tempo em que libera a transpiração. Tecnicamente falando, sistema Waterproof. Novidade pra mim, é que a palmilha é bactericida. Deve ser ideal para este meu pé estranho e onde sempre tem uns bichos se mexendo :-)

Em primeiro lugar, preciso amaciar esta bota. Inclusive, esta é uma regra de ouro para qualquer calçado novo em folha: jamais estrear na montanha. Depois, vou programar 2 ou 3 empreitadas com a dita, pra ver o resultado, aí coloco meu parecer aqui.

E se você já possui a Alpina da Bull Terrier e quiser compartilhar algum comentário ou observação, fique a vontade. Os campos abaixo estão aí pra isso. Seguem algumas fotos da bota. Abraços!

Fique Informado

Escolha a maneira como você gostaria de ser avisado dos próximos posts

Bookmark & Share

Compartilhe com os seus camaradas

11 Comments

Comente